sexta-feira, 24 de março de 2017

Lenha na Fogueira - 25.03.17

CASA DE CULTURA IVAN MARROCOS - Porto Velho, bacana, bem localizada, centro da cidade. Pertinho das 3 Caixas D'Água. Reformar, ficar bonita, para ser o ponto de encontro da arte da cidade. É sempre nas madrugadas que vejo a cidade de perto.
********
Quem postou foi o senhor doutor Confucio Moura governador do estado de Rondônia. Está no face dele e tem uma foto, ele em frente a Casa da Cultura Ivan Marrocos com as mãos nas cadeiras, observando o estado de abandona no qual se encontra o próprio público. Os seguranças e alguns assessores preferiram fazer pose para a foto, do que observar o que o governador estava observando.


********
Será que a passada do governador ou foi o cidadão Confúcio Moura que estava ali? Foi provada pela “tira” K-1 publicada todo dia no Diário da Amazônia quando o “Ratinho” viu a Ivan Marrocos toda cinzenta, que influenciou o itinerário do Dr. Confúcio em sua caminhada pelas ruas da cidade naquela madrugada.
********
Isso porque, pelo que sabemos, o Dr. Confúcio caminha todos os dias pelas ruas da cidade e pelo visto, nunca tinha passado em frente a Casa da Cultura. Quem sabe ao ver a “tira” do Zogbhi no jornal, foi conferir in loco.
********
O importante foi que ele sentiu na pele, a necessidade da Casa ser contemplada com uma revitalização; Não falo reforma, mas, revitalização, pois anda muito apagada. Apagada por não promover ações culturais, apagada pela falta de pintura, apagada pela falta de atenção do próprio governador.


********
Por outro lado, pergunto: Não seria melhor que o governo estadual também se preocupasse em dar condições a Margot (administradora da Casa), realizar o Salão de Artes de Rondônia – SART que ha mais de dez anos não acontece?
********
Enquanto tramitasse o Processo do SART daria tempo, para se promover a revitalização da Casa Ivan Marrocos e então fazer a inauguração da nova Casa no dia da abertura do Salão de Artes.
********
Basta só que o governador chame a tenção dos seus assessores, para ao em vês de ficarem pousando para fotografia, procurarem fazer alguma coisa em prol da arte e da cultura de Rondônia.
*******
Seria bom que a cada caminhada, o governador escolhesse uma região, bairro ou rua, para ver o que realmente nossa capital precisa para se transformar, numa capital de estado com todas as pompas que uma capital de vergonha merece.
********
O comentário postado pelo Dr. Confúcio no face, sobre a Casa da Cultura, mostra que, assim como o Zekatraca e o Silvio Santos. São dois entes totalmente diferentes.
********
Ali está o Dr, Confúcio pessoa física, o cidadão comum, que enxerga as coisas sem a visão do Confúcio governador. Por várias vezes, o Dr, Confúcio postou nas redes sociais, críticas ao seu governo e muitas pessoas estranham e questionam: por que ele como governador não resolve o problema?.
*******
Pois é, como governador, ele tem que atender o processo burocrático, que na maioria das vezes não agrada. Como cidadão, critica esse sistema burocrático que tanto atrapalha o governo e a população.


********
Pois assim é o Zekatraca. O que é publicado na coluna, na maioria das vezes não é a opinião do Sílvio Santos e sim o desejo de um segmento cultural.


*******
Tenho plena certeza que o Dr. Confúcio (pessoa física), tem o maior desejo em investir na recuperação de vários monumentos históricos, não só de Porto Velho, mas, do estado de Rondônia como um todo.
*******
Porém o governador Confúcio Moura, pode até ter essa vontade, mas esbarra na “politicagem”, na “burrocracia” e nas picuinhas políticas, quando cada aliado quer puxar a brasa para sua sardinha.
********

E assim a fila anda muio devagar! Sucesso em suas andanças cidadão Confúcio!

Comissão inspeciona trilhos até Santo Antônio

Membros da comissão de engenharia e arquitetura da prefeitura de Porto Velho, ligada ao gabinete do prefeito dr Hildon Chaves, realizaram inspeção nos trilhos da Estrada de Ferro Madeira Mamoré na manhã desta quinta-feira (23), atendendo determinação do chefe do poder executivo municipal. O trabalho servirá de base para elaboração do projeto de revitalização do trecho de sete quilômetros entre a Praça Madeira Mamoré e a igreja de Santo Antônio.
Acompanhada por técnicos da Funcultural, da Companhia de Pesquisas e Recursos Minerais (CPRM) e integrantes da Defesa Civil Municipal, a comissão percorreu todo trecho a pé. “Nossa missão era fazer o levantamento das coordenadas geográficas, catalogar peças e vagões espalhados ao longo do trajeto, detectar possíveis pontos turísticos, obstáculos e verificar as condições dos trilhos, dentre outros”, pontuou a arquiteta Larissa Pires.
O cenário encontrado não foi dos melhores, um verdadeiro descaso com o patrimônio histórico após décadas de abandono. Larissa informou que parte dos trilhos foi levada pelo desbarrancamento ocorrido no bairro Triângulo e outras estão soterradas, moradias construídas sobre a linha férrea que precisam ser retiradas, vagões e outras peças tomadas pelo mato, entre outros problemas constatados.
Um relatório minucioso sobre o que foi constatado durante a inspeção será elaborado e apresentado à Funcultural até o próximo dia 30. Antes, porém, no dia 28, os técnicos da comissão de arquitetura e engenharia farão uma apresentação prévia ao presidente da Funcultural, Antônio Ocampo Fernandes. “O relatório servirá de base para a confecção do projeto de revitalização daquele trecho”, comentou Pires, acrescentando que, na avaliação dela o projeto é plenamente viável.

De posse do relatório, os técnicos da Funcultural farão o projeto executivo da obra citando minuciosamente tudo o que precisa ser feito para que a “velha Maria Fumaça” volte a circular até a comunidade de Santo Antônio. O projeto ainda deverá contemplar possíveis paradas em pontos turísticos, a exemplo do Cemitério da Candelária. (Texto e Fotos Comdecom)

Maurício Meirelles, amanhã no Palácio das Artes


O humorista Maurício Meirelles vai apresentar no Teatro Palácio das Artes Rondônia amanhã (domingo), as 19 horas, o show “Perdendo Amigos”. Serão 80 minutos de humor. Ele abordará temas como religião, maus tratos com os animais, casamento gay, corrupção, entre outros. “Abordo temas polêmicos, sem o menor pudor”, declarou. Alguns textos que integram o conteúdo do show são inéditos. Plágios musicais também estarão em pauta.
Durante o show será gravado o Webbullying para o canal que Maurício Meirelles mantém no Youtube, quadro que vem ganhando destaque, especialmente entre o público jovem. A classificação do espetáculo é 14 anos.
Com capacidade para mil pessoas no Palácio das Artes, os ingressos estão praticamente esgotados. O setor A, próximo ao palco, está custando R$ 80,00; no setor B, o valor é R$ 45,00, mais um quilo de alimento não perecível.
Perdendo Amigos” foi lançado em 2015, mas continua lotando as casas de espetáculos por onde passa. Esta é a primeira vez que Maurício Meirelles vem a Porto Velho.
Venda de ingressos:

Loja Cavalera/Shopping, Livraria Exclusiva Carlos Gomes, Barbearia The Brother's. Informações: 99945.8870.

quinta-feira, 23 de março de 2017

ARL presta homenagem ao General Costa Neves


A Academia Rondoniense de Letras - ARL e a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Rondônia, atendendo proposição do juiz federal Dimis Braga (também imortal da ARL), prestou na noite da última quarta feira 22, homenagem ao General Ricardo Augusto Ferreira Costa Neves.
Após dois anos, comandando a 17ª Brigada de Infantaria de Selva o general Costa Neves vai assumir a relevante função de comandante da Academia Militar das Agulhas Negras, cuja sede fica no município de Resende no estado do Rio de Janeiro. A solenidade aconteceu no auditório da OAB/RO e contou com a presença de autoridades constituídas como o governador em exercício Daniel Pereira, militares, membros da Academia Rondoniense de Letras, intelectuais, historiadores, jornalistas e convidados.
A Banda de Música da Brigada abriu os trabalhos executando os hino Nacional e o hino Céus de Rondônia
O cerimonial convidou o Juiz Federal Dimis Braga para fazer a abertura oficial do evento e logo em seguida, o presidente da OAB Andrey Cavalcante fez um breve relato, sobre a biografia do homenageado, terminando agradecendo pelo “importante trabalho cívico/cultural desenvolvido pelo senhor general Costa Neves”.

O presidente da Academia Rondoniense de Letras - ARL jornalista e escritor Júlio Olivar, entre outras lembranças, falou sobre a importância dos militares na formação e integração do hoje estado de Rondônia. “Nesta data (22 de março), está fazendo cem anos, que foi lançado o livro “Rondônia” de Roquete Pinto e graças a essa publicação, nosso estado se tornou o único estado brasileiro, a ter o nome de um herói nacional o general Rondon. General Costa Neves, entre outros legados, nos deixa o Memorial Rondon, e o apoio irrestrito na manutenção do Memorial Jorge Teixeira e a revitalização do Forte Príncipe da Beira”, disse Júlio Olivar concluindo: “Senhor general Costa Neves é Muito comum festejar a chegada, porém, poucas são as vezes que saudamos a quem parte. O senhor deixa aqui em Rondônia, rastros para voltar sempre, é de casa, como legítimo representante maior do exército brasileiro nesta terra de Rondon. O senhor não foi e jamais será mais um, assim como não passaram incólumes os militares que por aqui passaram. O senhor faz parte dessa plêiade de patriotas, que estão vivos no consciente coletivo e na história de Rondônia”.
As homenagens prosseguiram com entrega de placas com agradecimentos pelos serviços prestados ao estado e em especial a Porto Velho.
A senhora Daniela esposa do general, por insistência da plateia, subiu a tribuna e fez um breve relato da vida do casal, lembrando-se desde os tempos que o conheceu ainda estudante da Academia Militar de Agulhas Negras. “O Cadinho me ensinou muito, exatamente hoje a gente contabilizou nossa vigésima segunda mudança e agora voltando pra Resende onde nossa filha nasceu há 28 anos. Tenho que dizer aqui, que ele me ensinou a dirigir, porque é o orgulho dele “poxa você dirigi como eu te ensinei”. Peço a Deus que te abençoe sempre Cadinho especialmente na sua próxima missão. Finalizo com a frase: Sou esposa de soldado e esposa de soldado quero ser! Selva”.

Para concluir essa nossa matéria, lembramos o que escreveu o médico e escritor Viriato Moura: “Na condição de um dos representantes da tradição deste pedaço de Brasil, cuja família aqui vive há mais de sessenta anos, creio poder afirmar, com convicção: se o nosso contingente de homens públicos tivesse o caráter, o preparo e a determinação em realizar do eminente general Costa Neves, certamente teríamos, há muito, um estado de Rondônia muito melhor do que temos”.

Lenha na Fogueira - 24.03.17


Olha só, ante ontem à noite, participei como convidado do presidente da Academia Rondoniense de Letras escritor Júlio Olivar, da homenagem ao general Costa Neves da 17ª Brigada de Infantaria de Selva.
*******
Foi realmente um ato muito bonito que a ARL proporcionou aos convidados e em especial ao general e sua esposa senhora Daniela.
********
Há dois anos, fui pautado para cobrir a abertura do concurso de Artes Plásticas, promovido pelo Comando da 17ª Brigada de Infantaria de Selva e ao chegar ao Quartel da Duque de Caxias, fui recepcionado por aquele senhor, simpático (até então não sabia de quem se tratava) que me conduziu até a sala de reunião, onde existia uma mesa grande e ali ficamos batendo papo, sobre assuntos diversos. Foi então que chegou o oficial da comunicação e ao se apresentar, se enquadrou ao general. Só aí fiquei sabendo que aquele cidadão que me recebeu com toda gentileza, era nada mais nada menos que o general comandante da Brigada.
********
Daí pra frente nos encontramos por várias vezes, sempre em solenidades culturais, como a premiação do concurso de Artes Plásticas (por duas vezes), inauguração do Memorial Rondon na Vila de Santo Antônio, na entrega da obra do Memorial Jorge Teixeira e mais recentemente na doação da espada do coronel Teixeira ao Memorial.
*******
Quarta feira passada, o encontro foi de despedida. Fiz questão de apertar a mão do general Costa Neves e agradeci por tudo que ele em apenas dois anos, fez pelo nosso patrimônio cultural;
*******
Em tão pouco tempo, ele inaugurou o Memorial Rondon o mais completo do Brasil sobre a história do marechal Rondon que funciona na Vila de Santo Antônio.
********
Chamou a Cida e a professora Yedda e assumiu a reforma da casa onde funciona o Memorial Jorge Teixeira e ainda se propôs e colocou soldados para auxiliar na manutenção do ambiente.
*******
Foi ao Forte Príncipe e assumiu sua revitalização. A obra está em andamento. Quer dizer, o general Costa Neves fez em pouco tempo o que muitos não fizeram a vida toda.
********
É como escreveu o Viriato: “Se o nosso contingente de homens públicos tivesse o caráter, o preparo e a determinação em realizar do eminente general Costa Neves, certamente teríamos, há muito, um estado de Rondônia muito melhor do que temos”.
********
Obrigado Júlio Olivar pelo convite. Aliás, o presidente de honra da ARL o eloquente William encantou os presentes e creio mais ainda o homenageado, com um belíssimo discurso. O cabra é bom de oratória.
********
Foi realmente uma noite muito bacana a de quarta feira passada, ainda mais quando tivemos a oportunidade de bater papo com o seu Euro Tourinho, aliás, professor Euro Tourinho. No jornalismo tupiniquim não tem pra ninguém.
********
Outro garoto bom de conversa, é o presidente da OAB Andrey Cavalcante, ele foi fundo na pesquisa sobre a vida militar do general Costa Neves. Agora calma mesmo, é com o Juiz Federal Dimis, suas palavras mais que bem explicadas brotam de uma maneira que todos ficam como se estivessem “encantados”.
*******
E agora, pergunta o folclorista brincante de boi bumbá: “Égua, o Sílvio Santos agora só vive metido com esse povo intelectual, será que ele vai abandonar a defesa da Cultura Popular?”.
********
Tá ficando doido é doido? Tá vendo logo que jamais abandonarei o segmento que me faz feliz, que me deu tudo que tenho (inclusive a mulher)? Não é assim não!
********
Até porque, na solenidade de despedida do general Costa Neves, teve apresentação folclórica. É isso mesmo, a Cia Yaporanga se apresentou e foi superaplaudida pelo publico presente ao auditório da OAB.




*******

Tão vendo aí bando de “abestados”, aonde vou, o folclore acontece ou a Cultura Popular vai junto.

quarta-feira, 22 de março de 2017

Lenha na Fogueira - 23.03.17


Como se já não bastasse a operação “Carne Fraca” da PF, que condenou o brasileiro de modo geral, a ficar com a pulga atrás da orelha na hora de comprar (quando pode) uns gramas de carne.

********
O K-1 do Zoghbi vem e coloca mais caraminholas na minha cabeça, ao passar uma imagem “cinzenta”, sobre a Casa da Cultura Ivan Marrocos.
********
Pela “tira” publicada no Diário da Amazônia parece até uma casa ‘malassombrada’.
*********
O tom cinza que não tem nada a ver com “os 50 tons de cinza” que se tornou em tudo quanto é tom. No caso da Casa da Cultura pelo menos, pelo que entendi, quer dizer que o prédio está totalmente abandonado.
********
Do jeito que foi postado pelo artista que conhece a Casa como a palma de sua mão, parece mais com aqueles castelos dos filmes do Conde Drácula.
********
O que será que está acontecendo com a Casa da Cultura Ivan Marrocos? Desde quando exoneraram o Carlinhos Maracanã da administração que nada mais foi feito que colocasse a Sejucel na mídia por estar realizando bons eventos na Ivan Marrocos.
********
Se você chegar à Sejucel e perguntar quem realmente foi o responsável pela troca da Direção da Casa da Cultura, ninguém vai querer responder. Aliás, vão dizer que não sabe.
********
É como disse ai em cima: Deixou-me com “caraminholas na cabeça”.
*******
O quadro não é bem assim não. Nada de terrorismo e nada de Castelo Mal Assobrado.
*******
Ontem mesmo, aconteceu coquetel de abertura da exposição de artes plásticas de uma artista de Humaitá (AM).
********
Isso prova que a Casa, apesar dos comentários, negativos, está funcionando sim. Inclusive os banheiros estão abertos e limpos, até bem pouco tempo o banheiro masculino estava fechado.
********
Tiraram aquele monte de caixa que praticamente impedia a entrada na sala da administração. Eram os livros da biblioteca José Pontes Pinto. Agora os livros estão na galeria do primeiro piso.
********
Parece que agora vão dar mais atenção a Casa da Cultura. Quem sabe até o Salão de Artes venha a acontecer.
********
Olha aí o K-1 seu rato fofoqueiro, vê se da próxima vez, não me deixa tão pra baixo, pensando que a Casa da Cultura se transformou num Castelo da Transilvânia.
********
Mudando de pau pra cacete! Ontem, o Júlio Olivar superintendente da Setur realizou mais um Projeto da Superintendência.
********
Abriu na Galeria Palácio a exposição de fotografia, Rondônia é Mais e premiou os três primeiros colocados.

*********
A exposição é composta de 26 fotografias dos mais belos lugares de Rondônia. Vale a pena visitar a exposição que fica na Galeria Palácio até o final deste mês.
********
A Galeria Palácio fica no prédio Rio Pacaás Novos logo na entrada a direita. De segunda sexta feira você pode visitar a exposição de fotografia “Rondônia é Mais”.
*******

Por falar nisso, ontem na reunião das Setoriais dos segmentos cultuais de Porto Velho, que aconteceu no Mercado Cultural, o coordenador Judilson Dias sentiu a falta de maior presença dos representantes da Setorial da Cultura Popular.
********
Dessa Setorial que envolve os segmentos Folclore (quadrilha e Boi Bumbá etc. e o segmento carnaval, escolas de samba e blocos) só compareceu o Reginaldo Cardoso (Makumbinha) do segmento escola de samba.
*******
Não foi ninguém da Federon, nem representante das Quadrilhas e nem dos bois bumbás e nem tão pouco dos grupos de dança de toada e carimbó que existem em Porto Velho.
*******
A Setorial que mais colocou gente no Mercado Cultural durante a reunião de ontem, foi a da Música.
*******
Mesmo assim, as pautas da Conferencia de Cultura que vai acontecer em maio, foi aprovada. Judilson também garantiu que o desfile das escolas de samba estão garantido para o dia 30 de abril. Valeu!

Setur premia vencedores do concurso Rondônia é Mais


A Superintendência Estadual de Turismo (Setur) realizou nesta quarta-feira (22) solenidade de premiação dos três primeiros colocados no concurso de fotografia Rondônia é Mais. O evento também marcou a abertura da exposição itinerante na Galeria Palácio, localizada no Palácio Rio Madeira, composta pelos 26 registros fotográficos selecionados pelo corpo de jurados indicados pela Setur.
A fotografia classificada em 1º lugar é um registro do professor de fotografia e engenheiro civil Pedro Agostinho Trindade, de 63 anos. Ele utilizou uma câmera profissional para retratar um dos maiores segmentos turísticos do estado, a Pesca Esportiva na região do distrito de Jacy Paraná.
Primeiro lugar 
Aficionado por fotografia, o carioca Pedro Trindade está há apenas dois anos em Porto Velho e já conseguiu identificar muitos atrativos turísticos no estado, os quais ele sempre fotografa. Ele parabenizou a Setur pela realização do concurso e afirmou que seu registro foi feito em um flutuante existente no lago de Santo Antônio, em um momento de lazer com amigos que se reuniram para uma pescaria.
“O concurso foi importante para despertar o interesse dos fotógrafos em registrar e valorizar as belezas de Rondônia, e a exposição itinerante é um grande atrativo para os amantes de fotografia”, enfatizou Pedro.
Danilo Degra é o responsável pela imagem classificada em 2º lugar, uma união entre a cultura indígena e o tradicional banho de igarapé, programa típico dos rondonienses de áreas ribeirinhas e visitantes. Danilo registrou a
Segunda colocada
diversão de indiazinhas nadando no Rio Vermelho no município de Chupinguaia.
Rondônia é conhecida por ser um dos estados com o por do sol mais bonito do Brasil, fato comprovado através do registro fotográfico de Maciel Albino Wobeto, de Vilhena, vencedor do 3º lugar do concurso, a imagem foi feita no Rio Guaporé, em Pimenteiras do Oeste.
Os vencedores receberam a premiação equivalente ao total de R$ 5 mil, entregues pelo vice-governador Daniel Pereira, pelo superintendente estadual de turismo, Júlio Olivar, e por Paulo Afonso Ferreira Júnior, coordenador de marketing da empresa Dydyo Refrigerantes. Daniel destacou que “as fotografias falam mais do que as palavras”.
terceira colocada
Em sua terceira edição o concurso de fotografias Rondônia é Mais recebeu 956 fotos retratando belezas de 45 cidades e distritos. Destas, 26 foram selecionadas para compor a exposição itinerante. Os visitantes irão prestigiar imagens que apresentam Rondônia em suas mais variadas nuances: do rapel na cachoeira do Vale do Apertado, em Pimenta Bueno ao refúgio das araras azuis no tronco de buritis em Porto Velho. A exposição é composta por material produzido por fotógrafos profissionais e amadores de Porto Velho, do interior do estado e também de Minas Gerais e Rio Grande do Sul.
Prestigiaram a solenidade, o secretário municipal de turismo de Pimenteiras do Oeste, Carlos Rogério Rodrigues, o superintendente da Supel, Márcio Rogério Cabral, o superintendente da Sejucel, Rodnei Paes e o presidente da Associação do Comércio Rondoniense, Wanderlei Oriane.
A Galeria Palácio será aberta ao público para visitação das 9h às 13h30, de segunda a sexta-feira.

Fonte
Texto: Taciana Guzman
Fotos: R. Machado
Secom - Governo de Rondônia