quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Lenha na Fogueira - 24.08.17



Neste dia 24 de agosto, as 14 horas, na Câmara de Vereadores, o prefeito de Porto Velho Hildon Chaves empossa os Conselheiros titulares e suplentes, que farão parte do Conselho Municipal de Cultura.
********
Com certeza a plenária da Câmara de Vereadores, ficará lotada por integrantes de todas as Setoriais da Cultura. O responsável por essa ação, é o técnico da Funcultural Judilson Dias que num esforço sem precedente, conseguiu reunir os militantes de todos os segmentos culturais residentes na capital de Rondônia. Foi preciso mais de uma reunião para se chegar ao quórum necessário para a formação do Conselho.
********
Hoje as 14 horas, o prefeito dará posse a turma que durante dois anos, será responsável pela aprovação dos Projetos relativos a cultura, que serão apresentados pelas Setoriais de Cultura Popular, Música, Dança, Teatro, Audiovisual, Artes Visuais entre outros. No total são doze setoriais, que compõem o Sistema Municipal de Cultura em Porto Velho.
*******
Vamos todos prestigiar a solenidade de posse, daqueles que nós que militamos nos diversos segmentos culturais de Porto Velho, elegemos para nos representar. Vale salientar que os Conselheiros empossados hoje, serão os responsáveis pela aprovação dos Projetos que poderão contar com apoio financeiro e logístico da prefeitura de Porto Velho. Vamos lá cambada.
*******
Por falar em Funcultural, desde ontem, corre nas redes sociais, que o prefeito Hildon Chaves esta prestes a promover mudança no seu staf.
*******
Entre as possíveis mudanças, consta a da Residencia da Funcultural que pelo menos, até ontem a tarde, estava com o Antônio Ocampo Fernandes.
******
O responsável pela divulgação da exoneração do Ocampo, é nada mais nada menos, que o colunista Robson Oliveira.
******
Para quem não sabe, Robson Oliveira foi o responsável pela equipe de Imprensa que atuou na campanha do então candidato Hildon Chaves e só não assumiu a direção do COMDECOM porque não quis, aliás, preferiu empregar o Walbran Júnior e a Yalle Dantas.
*******
Então amigos, se o Robson postou em sua coluna, que é publicada por vários sites, que o prefeito vai fazer mudança em sua equipe, é por que vai. Mais dias menos dias, ou, mais horas menos horas, ou, então, mais minutos menos minutos e até mais segundos ou menos segundos a coisa vai acontecer.
*******
Só não acredito é no nome que o Robson postou como substituto do Ocampo. É como diz o Eudes Claudino. “Só pode ser pegadinha!”.
*******
Nos grupos de WattsApp dos grupos folclóricos, a turma festejou a notícia da saída do Ocampo. Acontece que esse pessoal que se diz folclorista não postou uma “VIRGULA”, sobre a comemoração do DIA DO FOLCLORE comemorado pela prefeitura de Porto Velho, no dia 22, com o lançamento do livro do professor Abnael Machado de Lima no Mercado Cultural.
*******
Não apareceu nenhum dançarino de quadrilha e nem brincante de boi bumbá no Mercado Cultural e nem mesmo ninguém da diretoria da Federon para participar da solenidade em comemoração ao Dia Nacional do Folclore.
*******
Piorou o pessoal das escolas de samba. Até o coral que se apresentou não cantou músicas do repertório do folclore brasileiro. Quer dizer, foi uma comemoração fajuta, mais pelo menos lembraram, coisa que a Federon e Nem a Guarnece fez.
*******
E foi justamente nessa solenidade, que vimos o Ocampo perguntando ao prefeito, se a matéria publicada pelo Robson Oliveira tinha fundamento. Pela leitura labial que fizemos, o prefeito disse que não.
*******

Porém, existe um ditado folclórico que diz: ONDE HA FUMAÇA TEM FOGO! Então é melhor começar a limpar as gavetas e deletar do computador o que pode complicar.

Oficina de fotografia gratuita no Sesc



O sistema Fecomércio-Sesc-Senac em parceria com o Fotoclube Rondônia realiza nos dias 29 e 30 de agosto a oficina FOTOTAXIA – Em busca do elo perdido com o fotógrafo Miguel Chikaoka. A oficina será ministrada das 8h30 às 12h e das 14h às 18h no Sesc Unidade Centro, sito na Av. Presidente Dutra, 2765. A oficina é gratuita e voltada para Educadores, multiplicadores, fotógrafos, artistas e interessados com vagas limitadas até 18 participantes.
A proposta da oficina é uma imersão no universo da luz como matriz inspiradora, tanto para construção de percursos educativos como em processos de criação. A oficina busca o estímulo ao exercício da percepção e expressão de si e do mundo através de vivências que articulam o potencial humano.
A oficina transcorrerá com o seguinte desenvolvimento: Apresentação: exercício de alteridade; Dinâmicas sensoriais: estímulos e deslocamento dos sentidos da percepção; A luz: materialidade e significados; Propriedades e características físicas da luz; Fontes, propagação, incidência, reflexão e refração da luz; Fotossensibilidade; Câmera obscura pinhole:  a visualização luz-imagem; Fotografia pinhole; Câmera obscura com dispositivo óptico: plano focal e profundidade de foco; Roda de conversa: processos, potencias e possibilidades.

O Fotógrafo

Miguel Chikaoka é paulista e reside em Belém desde a década de 80 onde idealizou a Fotoativa, um núcleo de experimentação, pesquisa e difusão em fotografia. Em 1990 fundou, juntamente com 3 outros fotógrafos, a Agência Kamara Kó, que produz reportagens e documentários sobre temas sócio culturais emergentes na Amazônia. Miguel Chikaoka já realizou exposições individuais e conjuntas em salões e mostras de todo Brasil e exterior e suas obras compõem diversos acervos internacionais. Em 2012, recebeu o Prêmio Brasil de Fotografia e a Comenda da Ordem do Mérito Cultural – MinC por sua contribuição à cultura brasileira.

EXPECTATIVA - História de Nós 2, atores e o público rondoniense



“Quero principalmente divertir e emocionar o público de Porto Velho”. Essas são as palavras da atriz Alexandra Richter, que estará em nossa cidade nos dias 2 e 3 de setembro, no Teatro Palácio das Artes, juntamente com o ator Bruno Garcia, apresentando um dos grandes sucessos do teatro nacional, a peça “A História de Nós Dois”.
O seu parceiro de cena, Bruno Garcia, também afirmou que está com muita expectativa quanto à encenação em Porto Velho, já que será a primeira vez deles em Rondônia. “Também espero lotar o teatro Palácio das Artes, divertindo e emocionando o público”, declarou.
“A História de Nós Dois” é uma comédia romântica que vem emocionando o público por onde tem passado, e já foi assistida por mais de 800 mil pessoas desde 2009 quando estreou nos palcos nacionais.
Bruno credita o sucesso da peça a alguns fatores. “O texto de Licia Manzo é bastante comunicativo. A elegância da direção do Neco aliada ao notável senso de observação do cotidiano de Licia, proporcionam um espetáculo pronto para os atores brilharem e cativar a audiência. Eu costumo dizer que essa peça é encantada. O público se identifica profundamente”, avaliou.
Apesar do tempo em que o espetáculo está em cartaz, Alexandra observa que é sempre algo novo quando sobe ao palco. “Contamos essa história de uma forma simples e muito sincera. Licia Manzo tem a capacidade de olhar pelo buraco da fechadura. A direção do Piccolo é brilhante e eu e Bruno fazemos com muita verdade e entrega. O espetáculo tem estrada longa, mas sempre entramos em cena como se fosse uma estreia. Com o frescor de uma grande estreia”, contou.
A responsável por trazer essa belíssima comédia romântica para a capital rondoniense é a D’Boa Produtora. Já a produção nacional é da carioca Turbilhão de Ideias. Quem aprecia um bom programa cultural não pode perder esse. Os ingressos estão à venda na Loja Divas, na avenida Presidente Dutra; Livraria Exclusiva, na avenida Carlos Gomes; Loja For You – Cavalera, no Porto Velho Shopping; e no sitebilheteriarapida.com. Valor do ingresso R$ 140,00 (plateia A) e R$ 120,00 (plateia B). Todos os valores correspondem à entrada inteira.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Artistas contra retirada de esculturas da Casa da Cultura

As redes sociais amanheceram cheias de protestos, dos artistas plásticos de Porto Velho e de pessoas comuns, contra a reforma que já está em andamento, na Casa da Cultura Ivan Marrocos.
Na realidade, os comentários não criticam a reforma da Casa, mas, a retirada das esculturas que ficam na parte de fora da Casa ‘A Lavadeira’ de Rita Queiroz, ‘Soldado da Borracha’ de Geraldo Cruz e o ‘Operário da EFMM’ (Cassaco) de João Zoghbi.
A noticia da retirada dos monumentos chegou, ao conhecimento dos artistas, durante a visita do Chefe da Casa Civil do governo estadual Emerson Castro a exposição “Parte das Artes” que está na Galeria de Artes do Porto Velho Shopping.
Em conversa com os artistas Emerson ventilou sobre a retirada das esculturas da Ivan Marrocos o que causou a seguinte mensagem do artista João Zoghbi: “Mestre bom dia! Temos uma boa pauta cultural: Reforma da Casa da Cultura prever a retirada das Esculturas de frente à Casa; às três que homenageiam o Operário da Estrada de Ferro de minha autoria, O Soldado da Borracha do Geraldo Cruz e a Lavadeira de Rita Queiroz. Fazer isso é cometer um crime contra o patrimônio cultural. Ontem o Emerson Castro visitando a nossa exposição no Shopping me falou e Eu tentei contra argumentar que não precisava tirar, era só lixar e deixar no concreto aparente como foi entregue e depois foi pintada pela reforma anterior!”.
Em outra postagem Zoghbi comenta: “Mais uma da Cidade do já  teve! Pode? To preocupado com a Rita, ela esta calada e não ficou legal não!” finalizou João.

O artista Geraldo Cruz não fez nenhum comentário contundente, apenas postou a fotografia das esculturas em sua página no face book, com a seguinte legenda: “Querem destruir essa escultura”. Enquanto Rita Queiroz ainda não se manifestou.

Lenha na Fogueira - 22.08.17

Já não bastasse a imprensa ter sido acusada, de provocar os eleitores conta nossos queridos deputados estaduais.
*********
Agora surge a conversa de que as esculturas existentes na área externa da Casa da Cultura Ivan Marrocos, devem ser retiradas com a reforma que está sendo efetuada na Casa.
*********
Seguindo o que reza o manual, fiz contato na manhã de ontem, com a Casa da Cultura, precisamente com o funcionário Augusto já que a Diretora Margot Paiva não se encontrava e o Augusto me informou, que todos na Casa ficaram pasmos ao verem nas redes socias, noticia sobre o assunto.
********
“Meu amigo aqui ninguém sabe disso, a reforma já começou e ninguém fala sobre o assunto, creio que os artistas que postaram protestos nas redes sociais, estão desinformados do que está acontecendo aqui”, disse Augusto convidando João Zoghbi, Geraldo Cruz e Rita Queiroz a irem até a Ivan Marrocos ver o Projeto da Reforma e constatarem que não existe esse negócio de retirar as esculturas.
********
Acontece que quem comentou com os artistas, sobre a retirada das obras, que representam as Lavadeiras do Baixo Madeira, o Soldado da Borracha e o Cassaco da Madeira Mamoré, foi o Secretário da Casa Civil do governo Confúcio Moura Emerson Castro.

Ai tem um agravante que o Augusto não conhece, é que, segundo a maioria dos artistas plásticos, quem indiciou a atual diretora da Casa da Cultura a artista Margot Paiva foi o Chefe Da Casa Civil.
*********
Se ele falou aos artistas na exposição “Parte das Artes” sobre a demolição de suas obras, pois os três João Zoghbi, Geraldo Cruz e Rita Queiroz são os principais expositores do “Parte das Artes” que está no Porto Velho Shopping.
*********
Será que o Chefe da Casa Civil comentou sobre a retirada das obras, apenas para assuntar a reação dos artistas?
*********
Vai que os artistas não falam nada. Com certeza a demolição ou retirada das esculturas seria autorizada na manhã de segunda feira. “Margot, eles não contestaram, manda derrubar”.
*********
Os artistas plásticos que militam em Porto Velho há mais tempo, apesar de não terem levado ao conhecimento público, não gostaram quando a atual direção da Casa Ivan Marrocos mandou retirar a fotografia do Afonso Ligório da entrada da Galeria que leva o seu nome.
*********
Mais estranho, foi que na abertura da exposição “Parte das Artes” sexta feira passada, no Porto Velho Shopping, o superintendente da Sejucel Rodnei Paes ao usar da palavra, garantiu que a Sejucel vai voltar a realizar o Salão de Artes de Rondônia após nove anos. “Assim que terminar a reforma da Casa da Cultura vamos abrir o SART”. Não falou sobre retirada das esculturas que estão na área externa da Ivan Marrocos.
*********
Como quem manda mesmo, é o Chefe da Casa Civil vai ver que o Rodnei só ficaria sabendo da retirada, caso a especulação do Emerson desse certo. Como não deu, com certeza:
********
Tudo vai ficar como dantes no quartel de Abrantes.
*********
Como a vida tem que continuar, ontem o meu Vascão da Gama completou 119 anos de fundação.
********
A noticia triste foi a derrota de 3 X 0 para o Bahia.  A notícia boa, foi a dispensa do técnico Milton Mendes, graças a Deus.
*********
Os boatos dão conta que o ex técnico do Flamengo Zé Ricardo está cotado para assumir o Gigante da Colina.
*********
Particularmente, eu preferia a dupla Zinho e Jorginho. Como até dezembro, quem manda é o Eurico Miranda. Vamos ficar rezando para o Vasco não cair de novo para a segundona.
********
Já que entramos no assunto futebol, o ‘Curintians’ já não está mais invicto, Vitória da Bahia foi o responsável pela proeza de acabar com a invencibilidade do “Timão”,
**********
O certo é que “O sentimento não pode parar”. 

sábado, 19 de agosto de 2017

Artistas de Porto Velho criam o Movimento Parte das Artes




Geraldo, Aline, Rita, Zoghbi e Franciney
Sexta feira 18, os artistas plásticos João Zoghbi, Geraldo Cruz, Rita Queiroz, Franciney e Timides, abriram na Galeria de Arte do Porto Velho Shopping a Exposição “Partes das Artes”. A solenidade contou com a presença do superintendente da Sejucel Rodnei Paes, do presidente da Funcultural de Porto Velho Antônio Ocampo Fernandes e com a apresentadora da RedeTV Emili Souza.
Esculturas do Geraldo Cruz
A galeria recebeu um público considerado pelos artistas como razoável. “Fiquei tenso até minutos antes da abertura, agora que estou vendo essa quantidade de pessoas aqui, estou mais tranquilo. O artista quando expõe sua obra, tem a expectativa que ela seja apreciada pelo público, se isso não acontecer, não valeu a pena passar dias e noites pintando”, disse João Zoghbi.
Segundo Geraldo Cruz um dos idealizadores do evento, o Parque das Artes, é um Movimento cujo objetivo é agregar os artistas plásticos de Porto Velho.. “Chegamos a conclusão, que precisamos colaborar com a nossa cidade. Porto Velho está realmente precisando que nós comprometidos com a cultura com a iconografia e com a nossa história, façamos por onde a cidade fique mais visível”, disse Geraldo.
Pescador de João Zoghbi
Durante sua fala a artista Rita Queiroz fez questão de chamar a jovem Aline para apresentá-la, como o futuro das artes plásticas de Porto Velho. “Vi potencial no trabalho dela. Assim como ajudei esses meninos João Zoghbi e Geraldo Cruz que hoje já estão de cabelos brancos. Aline hoje, representa a esperança das Artes Plásticas em Porto Velho”.
Araras de Franciney
Franciney Vasconcelos agradecido por ter sido convidado a participar do Movimento, lembrou:“Estamos iniciando uma nova era na cultura de Porto Velho com esses grandes mestres Rita Queiroz, Geraldo Cruz e Zoghbi o objetivo é colocar arte em todos os lugares”,Franciney é considerado o artista dos grandes espaços, pois, sua obra é encontrada em muros de várias residências, paredes de bares e restaurante entre outros ambientes.
Tela de Rita Queiroz
João Zoghbi falou como nasceu a idéia de criar o Movimento. “O Partes das Artes, nasceu de uma conversa minha com Geraldo Cruz sobre a necessidade, a crise, do artista não vender sua obra. Se nós não estamos vendendo, a obra não sai do ateliê, para você ter ideia, as esculturas do Geraldo estão ha quase seis meses no ateliê, isso por falta de exposição, então resolvemos criar esse Movimento que denominamos de Partes das Artes, que tem como objetivo, levar a arte para todos os lugares possíveis da cidade”. Finalizou João Zoghbi.
A Exposição fica na Galeria do Porto Velho Shopping até o final do mês de setembro.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Lenha na Fogueira - 19.08.17

Parece o garimpo de Serra Pelada o Porto de PVH
Enquanto cada deputado estadual de Rondônia quase ganha, um aporte de R$ 6 Mil em seu salário, para gastar com alimentação, o governo federal resolveu diminuir o valor do salário mínimo do brasileiro.
********
Acontece, que, segundo os próprios parlamentares rondonienses, o objetivo era baixar o auxílio alimentação, pois a proposta original era R$ 9.000,00 (Nove Mil) para cada um, só que nesse caso, teriam que prestar conta, à tesouraria da ALE e haja Nota Fiscal pra comprovar o gasto com alimentação no valor de 9 Mil em apenas 30 dias.
********
Ainda bem, ou graças as redes sociais, o presidente Maurão de Carvalho convocou uma sessão para ontem (18) a tarde, cuja pauta, era tornar nula a Resolução tomada na sessão de quarta feira.
********
Ta vendo, foram mexer com o POVO da CULTURA! O resultado deu no que deu. VUDU é cultura popular. Quem garante que na Sejucel não existe alguém que pratique esse tipo de “mandinga”. O troco dos “caboco” foi imediato.
********
Na campanha eleitoral que se aproxima, os SEIS MIL seriam de grande valia, para pagar a “QUENTINHA” DAS FORMIGUINHAS.
********
PORTO DO CAI N'ÁGUA.
********


Batalhar por algum beneficio em prol do embelezamento da Entrada de Porto Velho via Rio Madeira nenhum deputado quer. Aliás, nem deputado estadual nem federal e nem mesmo os senadores.
********
Porto Velho ha muito tempo, está merecendo um PORTO de EMBARQUE E DESEMBARQUE DE MERCADORIA E PASSAGEIROS, de vergonha.
********
O Dique que foi construído na gestão do Roberto Sobrinho tá interditado faz tempo, por falta de um CABO. Put's Grila, será que um CABO custa tão caro assim, que ninguém possa comprá-lo e substituir o que está quebrado?
*******
Acho que custa menos que SEIS MIL REAIS um cabo daquele! Se for mais que Seis Mil não é mais que 144 MIL.


********
É uma vergonha a nossa BEIRA DE RIO onde os Barcos atracam para embarque de desembarque de passageiros e carga.
********
Não é aconselhável, a quem for viajar de BARCO, EMBARCANDO NO Porto do Cai N'água, colocar sapato e roupa lim, pois corre sério risco de escorregar e cair no barrando de lama. É melhor chegar de bermuda ou calção, sandália de dedo e deixar para mudar a roupa já dentro do barco.
*******
Não existe em nenhum cidade brasileira, PORTO mais imundo e feio que o PORTO de Porto Velho. É uma vergonha! Os estivadores bem poderiam ser registrado como ARTISTA de CIRCO, Malabarista, pois, descem e sobem o barracando íngreme, escorregadio com a carga na cabeça e é aquele escorrega daqui, escorrega de lá. E como escorregar não é cair, eles vão levando.
********
Afinal de contas, quem é o responsável pelo PORTO de Porto Velho ou pelo que chamamos de Porto do Cai N'água? Marinha, Prefeitura, Governo do Estado ou a PQP?
********
Cadê nossos parlamentares que não colocam emendas para a construção, do Muro de Contenção ou de Arrimo e depois de um CAIS de ATRACAÇÃO, para embarque e desembarque de passageiros e mercadorias?
********
Precisamos valorizar a frente da cidade de Porto Velho, no perímetro que vai do Porto da Enaro até Santo Antônia.
********

Qual será mesmo o órgão ou o governo responsável por essa empreitada?